Sobre

Era uma vez…   

Um jovem que era mais conhecido pelo apelido de Tody

Moram em uma casa construída com muito sacrifício, suor e muito aperto financeiro.

Pois os pais saíram da roça de um pequeno povoado no interior de minas gerais, e vieram morar em uma cidade com Tody aos 10 anos de idade. A cidade não é muito grande, e era fácil conseguir emprego devido ter muitas fábricas de calçados.

Nesta cidade moravam de favor com os parentes ,um dos irmãos de seu pai ,o Geraldo tio do Tody  tinha um lote grande e no fundo era a sua casa.

Sendo assim, o tio dele emprestou um pedaço do grande lote para o Deusdete onde que Fizeram um acordo antes de sair da roça e vim para a cidade:

-“Você pode morar conosco lá na cidade, arrume um emprego e com dinheiro você constrói um barraco de dois cômodos e um banheiro na frente da minha casa, já que o lote lá é grande, para depois buscar a sua família e morar aqui”…

Assim vocês ficam morando nesse barraco construído pela suas economias até conseguir comprar um lote e construir a casa própria”.

Logo o Deusdete aceitou a proposta do irmão, foi para a cidade arrumou um emprego como ajudante na linha de produção de calçados de uma fábrica, e após 6 meses buscou a sua família.

Assim iniciou a vida de Tody na cidade aos seus quase 10 anos de idade.

Depois de 3 anos morando no lote do seu tio, o seu pai tinha comprado um lote em um bairro da cidade e, após pago algumas prestações, iniciou a luta pela a construção da tão sonhada casa própria.

Deusdete tinha um pouco de habilidades de pedreiro, adquiridas a muito trabalho e esforço para sobreviver com a escassez de trabalho na roça e pela experiência adquirida com os bicos que fazia como ajudante de pedreiro na cidade.

Isso o capacitou ainda mais nessa área de construção civil.4 anos depois… mudou Tody e a família para a casa construída.

Tody cresceu, e já se torna um adolescente de 14 anos como qualquer outro que sonhava em ter aquelas coisa simples, mas que dava muita diversão, que na época era playstation 2, bicicleta e ir ao parquinho de diversão que na época era daqueles bem cafona que costumava visitar a cidade.

Mas os pais não tinha condição para comprar presentes assim, e muito menos para gastar em parquinhos.

Porque o dinheiro do mês era contado para pagar a conta de luz, água, despesa da casa e prestação dos muitos materiais de construção que ainda estavam pagando.

Tody na rotina de sempre, levantava cedo, mas na maioria das vezes a 6:45 e 6:50 atrasado para a escola que começava as 7:00.

Levantava rapidamente escovava os dentes, tomava café, vestia a roupa, pegava a bolsa e saia  correndo para a escola.

Anos depois…

Ele cresce junto com a sua irmã em uma dificuldade financeira extrema, onde que o pais economizavam o possível para pagar a contas e para fazer a despesa da casa. Pois o salário mínimo era uma “merreca”.

Os dias não estavam fáceis.

Ele sonhava em ter um computador com acesso á internet, que até então só lhe era possível indo a uma Lan House.

Queria nesse tempo conseguir um emprego pelo menos no meio período… para realizar esses e muitos outros desejos de adolescente.

Faltando poucas semanas para o seu aniversário de 15 anos, ele consegue um trabalho em uma fábrica de calçados, que por sinal, não era nada perto da sua casa.

Nesse momento ele estava prestes a começar o ensino médio a noite, e muitas coisas estavam indecisas, ainda não sabia o que iria fazer da vida.

A partir das incertezas e de perguntas Jogadas ao vento do que iria fazer da vida, começou a sua vida de trabalho industrial com seus quase 15 anos de idade.Começou a trabalhar em uma fábrica de calçados como ajudante de silk, que era um setor onde Tody tinha que pintar a lateral dos tênis.

Logo tinha contato com produtos químicos como tinta, solvente e perto de aparelhos conhecidos como máquina de auto frequência.

Um bom tempo sofrendo nesse emprego e, que começou a ficar com medo de prejudicar a sua saúde, veio a vontade de sair dali.

-Parecia hontem quando estava estudando o ensino médio, indo para a escola, para a sala do  3° ano D. Como o tempo passa rápido! – Dizia ele em momentos de reflexão.

Tody pensava ainda em entrar na faculdade.

Se inscreveu para o “Enem” no ano retrasado e no passado . A sua esperança era que ganhasse pelo menos a metade da bolsa de estudos, porque o salário não daria para pagar algum curso interessante (dentista ou ciência da computação).

Mas pra ser sincero, ele nem sabia por que todo ano fazia esse tal de enem”, pois no fundo, sabia que era péssimo em redação. O seu professor de português é o que o diga!!… Péssimas notas em redação improvisada.

Não tinha ideia do que queria fazer de sua vida e, não encontrava uma solução.

O dia de uma quarta feira amanhece…

amanhecer

E Tody acordou desesperado.

Com muito medo de ter perdido a hora de ir para o seu trabalho.

Abrindo a boca de tanto sono, pega o celular que se encontra no chão próximo a cama e logo sente um alívio de perceber que ainda estava cedo.

Levanta apressado…

Na rotina de sempre… lavava o rosto, vestia a roupa para o trabalho e  tomava um café rapidamente para aguentar a jornada até o almoço.

Quando assustava que não, olhava para o relógio que parecia está contra ele, pegava a sua mochila com marmita do almoço e saia apressadamente dando um grito de tchau para a senhora Ildeni, sua mãe…

Que ainda não tinha ido para o trabalho, onde seu serviço era ser empregada doméstica em um apartamento de um bairro da cidade.

Saia apressado com a sua bicicleta, mais ou menos 20 minutos pedalando chegava ao trabalho.

O emprego era braçal, o local era quente, pois o latão do teto era bem baixo e que nos dias de calor, que infelizmente era quase todos os dias, parecia um inferno.

E esse calor misturava com o cheiro forte dos produtos químicos, tinta e solvente que Tody tinha que ficar manuseando para pintar os Tênis.

Trabalhava demais, não era valorizado pelo que fazia e ainda recebia apenas R$860,00 por mês.

Na sua rotina de trabalho….

Depois da longa jornada de um dia exaustivo, ele ouvia o sinal da fábrica tocar, que por sinal odiava aquela campainha que sempre tocava as 7:00 para entrada, as 11:00 para almoço,12:00 para retorno e 17:00 para ir embora.

O sinal das 17:00 tocava e, Tody e todos os outros funcionários saiam alegres como um passarinho que sai da gaiola por algumas horas, mas a alegria logo acabava quando lembravam que teriam que voltar no dia seguinte as 7:00 para bater o ponto.

Chegava em casa morto de cansado, tomava um banho, jantava e caia na cama para descansar o corpo para o dia seguinte acordar cedo e fazer a mesma coisa.

Tody estava em uma situação onde tempo era muito escasso, o trabalho tomava o seu tempo e quando não estava no trabalho estava no trajeto do mesmo.

Indo e vindo!

Estava tão insatisfeito com o emprego, que começou ter um forte desejo de sair dali.Queria um outro emprego melhor. Assim começou a procurar alternativas e muitas tentativas foram feitas para sair.

Mas todas as tentativas davam errado. Ele não enxergava uma saída.

Queria sair do emprego, mas tinha medo de não conseguir outro, pois só sabia fazer uma função de forma eficaz dentro de uma fábrica de calçados.

E no fundo, Tody tinha medo de sair desse emprego que julgava ser estável, pois não tinha capacitação em outros áreas de empregabilidade daquela cidade, ele só sabia pintar os tênis, e porque a maioria dos serviços de boa remuneração eram mais preenchidos por pessoas mais velhas e com mais experiência.

Após muito bater com a cabeça e trabalhando ali, com o mísero salário comprou o seu primeiro computador e finalmente colocou a internet em casa.

Em plena quinta feira ele acessava o facebook e postava aquela mensagem que todos adoram, anunciando que a sexta estava chegando e que o doce final de semana se aproximava.

Logo chegava a sexta, mas uma má notícia acabava com a sua alegria de já ser sexta feira, pois a secretária da fábrica avisava a todos, que teriam que trabalhar no sábado.

O mundo desabava para Tody!

E a tristeza governava nos corações de cada “passarinho” preso na gaiola. Esse modelo de trabalho industrial tem produzido pessoas frustradas, infelizes e amarguradas.

Chegava domingo…

Ele sempre tinha aquela sensação que a semana leva uma eternidade para passar, mas o final de semana parece um meteoro passando no céu.

O domingo anoitece..

noite

E logo aquele sentimento depressivo, começa apoderar do coração e da sua mente.

As lembranças do trabalho vem a sua cabeça e logo começa a passar na tv o programa do fantástico… aquela música é o estalo para um profundo desespero.

Ele sentia uma tristeza que abalava o seu psicológico e, um sentimento sem explicação quando ouvia a música do fantástico, fazendo-o a se perguntar :

O que posso fazer para mudar de vida meu Deus?

Chegou em um certo tempo, aos 19 anos pra ser exato, resolveu finalmente sair daquele trabalho e ficou um tempo recebendo seguro desemprego. Já que ele tinha assinado a carteira desde os 16 anos de idade.

Assim, nesse meio tempo recebendo seguro desemprego, aproveitou uma onda nova do governo da Dilma.O chamado Pronatec e conseguiu entrar no ( Senai ) para fazer alguns cursos de forma gratuita.

Na parte da manha ele ficava em casa.E aos 12:45 era o horário dele ir para o curso do Senai.

O começo da jornada a um mundo totalmente desconhecido

Em um determinado dia teve uma palestra no qual falava sobre o empreendedorismo no Brasil.O assunto da palestra era:

  • Empreendedorismo
  • Perfil empreendedor
  • Tipos de empreendedor
  • Gerenciamento do tempo

De alguma forma essa palestra mexeu um pouco com Tody.

Cansado,com fome e esperançoso…

Chegou do curso do Senai com muita vontade de conseguir um emprego melhor. Mas, sem saber ainda como e qual caminho seguir.

Aqui estava ele muito pensativo, sem saber ao certo o que iria fazer da vida.

Pois já havia terminado os estudos do ensino médio, saiu do emprego, estava recebendo um seguro desemprego que logo acabaria, e estava nesse curso do Senai que já viu que aquilo que estava estudando não era o que realmente queria e que achava que fosse.

Começou a fazer pesquisas sobre empreendedorismo e sobre ideias para trabalhar por conta própria.

Sentado no seu computador pesquisando como criar um negócio próprio logo veio em sua mente a ideia… tudo começa com uma simples pesquisa no google:

Como ganhar dinheiro na internet?

Será que é possível ganhar dinheiro pela internet!

A primeira coisa que ele encontrou foi sites com sistemas fraudulentos que estavam mais preocupados em lhe roubar dinheiro do que ajudar.

Sim, Tody tentou um sistema chamado de PTC na época, onde tinha que ficar visualizando anúncios em sites em troca de alguns centavos a cada visualização.

Sendo um novato acabou perdendo um bom tempo para depois não ganhar nenhum tostão… era só pilantragem e enganação.

Desiludido disso, continuou pesquisando alguma forma honesta de ganhar dinheiro pela internet e começou encontrar um monte de blogs lotados de textos inúteis, cheio de palavras chaves que o levava sempre a mesma coisa.

Sites mais preocupados com o google do que com os usuários. Ideias redundantes, dicas secretas, faça isso que você vai ganhar milhares de reais ou faça aquilo outro que vai ter resultados rápido e fácil.

Sem ao certo saber o que era correto e o errado, ele começou a seguir e a ler artigos desses blogs, assistir vídeos e acompanhar alguns “gurus” do marketing digital.

Logo no início de suas pesquisas se depara com muitos cifrões, ou seja, nomes de estratégias nunca vistas por ele antes, e que não entendia direito do que se tratava.

Começou a perceber que a jornada não iria ser nada fácil. Mas ele foi mais a fundo e continuou pesquisando…

Com sede e fome de saber mais começou a ler tudo que é dica na internet.

Uma realidade:

Começar um negócio online do zero sem condições financeira para investir em conhecimento, ferramentas e no que é necessário é muito difícil, e as coisas demoram acontecer.

Portanto muitos querendo ou não acabam ficando desmotivados, sem ânimo para continuar tentando e com isso muitos desistem.

E te digo o porquê…

As pessoas compram cursos e se deparam com um monte de necessidade de investimento (domínio, hospedagem, autoresponder, plugins, thema e por aí vai.

Aqui, elas ficam com muito medo, e meio com o pé atrás de seguir em frente e investir nessas ferramentas.Mas esquecem que todo tipo de negócio sério e honesto que quisermos tentar montar requer investimento de dinheiro em conhecimento e em ferramentas que nos auxiliam.

Aqui começar a jornada em um novo mundo.

Ele descobre um mercado onde milhares de pessoas vendem produtos de informações na internet.

Acompanhando muitas dessas pessoas ele passa a ver muitos empreendedores contando as suas histórias de luta e superação até conseguir construir um negócio multi- milionário.

A galera falava o tempo todo de 5, 6 e de até 7 dígitos em lançamentos.

Para você ter ideia da grandeza:

  • 5 dígitos: R$10.000
  • 6 dígitos: R$100.000
  • 7 dígitos: R$1.000.000

Tudo isso parecia surreal.

Não dava para acreditar que uma pessoa conseguia fazer mais de $10.000 reais por mês trabalhando exclusivamente pela internet, sem precisar de pegar trâsito, bater ponto em uma empresa, aguenta encheção de saco de patrão e muito menos precisar de preocupar com a tão depressiva “segunda feira”.

Lendo, vendo e ouvindo.

Ele passa a achar que tudo isso era enganação, de pessoas com más intenções, não acreditou muito nisso porque era resultados completamente fora da sua realidade. Era bom demais para ser verdade tudo isso.

Pessoas dizendo que conseguiram fazer mais de 6 dígitos em apenas 7 dias de lançamento de um produto.

Pessoas dizendo que montaram uma estrutura na internet que já estava lhes gerando mais de R$5.000,00 reais por mês no piloto automático.

Pessoas dizendo que não dependiam de nenhum patrão e que poderia trabalhar de onde e quando quiser pois segundo elas poderia graças a internet trabalhar de qualquer lugar do mundo.

Anhan sei!!!

Tody não levou isso muito a sério.

Ele já tinha ouvido de pessoas, falando mal de sistemas na internet, onde aconteceu casos de pessoas perderem muito dinheiro por ter confiado, caso recente como a telexfree que segundo muitas fontes tratava-se de uma pirâmide financeira.

Muitos sistemas com promessas ilusórias de dinheiro muito fácil.

Assim passa-se alguns meses.

De vez enquando acompanhava algumas dessas pessoas que diziam estar trabalhando com marketing digital.

Com uma enorme vontade de sair do emprego…

Muito pensativo e receoso decidi se dar uma chance e ver no que isso o levaria.

Decidiu pelo menos estudar em profundidade o assunto para ver se isso realmente funcionava mesmo.

Assim, seguiu o seu caminho estudando esse mercado.

person-984236_640

Encontrava-se ele lendo alguns artigos em um blog sobre ganhar dinheiro online, neste texto falava de um curso que lhe despertou a atenção.

Rapidamente, clicou em um link e foi direcionado para uma página de venda. Lá se deparou com um título que prometia ganhos “inacreditáveis” por dia vendendo infoprodutos.

Vendo aquela página de venda. Ficou meio com um pé atrás.

Pois achava as promessa boas demais para ser verdade.Lhe era apresentado números (resultados) com um negócio pela internet completamente fora da sua realidade de novo.

Indo para o seu curso no Senai.

Passou a maior parte do tempo durante as aulas refletindo sobre o que havia descoberto. Estava cheio de dúvidas a respeito daquele curso.

Compro ou não compro? Será que funciona mesmo?

Com muito medo de não dar certo, voltou ao site.

A página de venda conseguiu convencer ele a comprar o curso. Pegou com muito medo de não dar certo as suas poucas economias que tinha juntado e investiu.

Foi a partir daqui, que ele começou realmente entender esse mercado da venda de produtos de informação, onde qualquer pessoa tem a possibilidade de ganhar uma comissão por cada venda, ou vender, o seu próprio produto digital através da internet.

Tody assistiu as aulas com um sentimento que as coisa iriam dar certo.

Estudou todo o curso e anotou todas as informações mais importantes em um caderno. Estava disposto a fazer aquilo funcionar.

Detalhe: Esse primeiro curso que ele adquiriu só era baseado em um único método, o princípio era gerar leads (contatos) através da atração de visitas de forma paga através de anúncios no facebook ads.

Ele montou toda a estrutura como ensinado no curso:

Muito entusiasmado colocou tudo que era ensinado em prática…

Registrou domínio, contratou uma hospedagem, contratou ferramenta de criação de landing pages cara e adquiriu um serviço de autoresponder como ensinado.

Com tudo configurado, solicitou um cartão internacional (Meo).Começou a anunciar no facebook e rodar as suas primeira campanhas de anúncios.

E foi a partir desse momento, que se deu as maiores frustrações de Tody, no começo estava tudo ok, as companhas estavam rodando normalmente, recebia muitos cliques, apesar de caros…

Começou então a conseguir captar alguns contatos, com uma conversão de cliques péssima. As coisas não estavam indo muito bem, entretanto normal para um iniciante.

Tudo isso foi no meio do ano de 2014, onde o facebook tinha começado a ser mais rígido com a sua plataforma de anúncios e a banir contas.

Algumas semanas depois:

Na hora que as coisas estavam querendo engrenar…

A tristeza!

1423480

O facebook começou a bloquear os seus anúncios, um por um e cada vez mais nas semanas seguintes.

Começou a proibir páginas de captura sem conteúdo, anúncios apelativos em nichos como ganhar dinheiro e emagrecimento, alguns tipos de imagens já não aceitava mais. Teve um monte de seus anúncios bloqueados.

Até que o facebook parou de aceitar também o cartão internacional (Meo) do Tody.

Logo ele usou a opção de pré-pago do facebook… colocou R$ 50,00. Funcionou alguns dias e novamente a conta foi bloqueada, e o pior, com a maior parte do dinheiro sem ser gasto.

Então ele tentou outras formas para contornar o problema criando outro perfil no facebook. Com isso, conseguiu rodar algumas campanhas, mas logo foi bloqueado de novo.

Ele ficava muito nervoso, frustrado e sem saber mais o que fazer.

Chegava em um ponto que via que já não dava mais. O facebook ficou complicado para anunciar. Dias, semanas e meses tentando encontrar soluções.

  • Testava… e era bloqueado.
  • Testava outra coisa… e era bloqueado.
  • Descobria algo diferente, as campanhas de anúncios rodava alguns dias e depois eram bloqueados novamente.

Entrava em contato com o suporte que era horrível.

Ficava semanas a espera de uma resposta e quando recebia, se tratava de uma mensagem dizendo que eles não poderiam fazer nada, dizendo que Tody de alguma forma infringiu as suas regras.

Contas bloqueadas, cartão bloqueado e sem saber mais o que fazer.

Não conseguia fazer anúncios e só estava tendo prejuízo com esse método.

Após meses tentando encontrar uma solução, ele resolveu dar um stop com essa estratégia de tentar criar lista de email através do facebook ads, ou melhor, o facebook lhe deu um “stop”.

E seguiu outro caminho (#a criação de blogs)

blog

Então assim a vida segue:

Começou a pesquisar outras alternativas para trabalhar pela internet. Navegando muito, encontrou em muitos blogs do marketing digital:

Que diziam que uma das melhores estratégias para ter os seus primeiros resultados era através de um blog.

Entretanto, como Tody era um iniciante nessa nova estratégia e os conteúdos que encontrava eram muito superficiais, acabava não conseguindo unir o quebra-cabeça de como realmente ter sucesso com um blog.

E infelizmente, acabava acreditando que somente registrar um domínio, contratar uma hospedagem, escrever artigo, colocar banners e fazer resenhas de produtos do hotmart iria lhe proporcionar algum resultado. E talvez fazer vendas.

Ledo engano!

Pois para ter um blog em pleno funcionamento é preciso dominar alguns conhecimentos básicos.

Querendo ou não, é preciso aprender algumas coisas básicas do cpanel, , themas, instalar plugins que funcionam, criar conteúdo que converte, aprender a fazer seo e muitas outras estratégias para aumentar as visitas, o relacionamento e a conversão.

E após todo o trabalho para conseguir configurar, instalar e gastar semanas criando conteúdo… geralmente os novatos ficam decepcionados, porque no começo de um blog não tem qualquer visita.

Aquele zero no Google Analytics desanima muita gente.

Além dos mais, criam conteúdo com excesso de otimização devido pensar mais em ranquear um site do que nos visitantes. Constrói locais de má qualidade e os visitantes acabam não gostando do local e nunca mais voltam.

Por isso, é tão difícil ter visitas no começo, pois como o site é novo, o mesmo não tem qualquer autoridade e ninguém encontra-o no google (hoje ele já sabe como driblar essa situação).

Então lá foi Tody tentar seguir as dicas que encontrou em vários artigos da web, mas os artigos só mostrava o “que” era possível, não dava o “como” fazer.

Assim só iludiu ele a tentar. E a partir disso. Começou mais uma jornada de muitos erros.

Ele já tinha após muito estudos, testes e persistência…

Aprendido a como registrar um domínio, contratar uma hospedagem e instalar o wordpress. Já sabia essas etapas devido as tentativas impiedosas de fazer email marketing (primeiro curso) e que não deram certo.

Então começou buscar informações de como criar um blog de sucesso e, se deparou com um monte de dicas. Contudo a maioria espalhada na web e sem uma sequência lógica.

O jeito era juntar o quebra-cabeça, já que ele não tinha condição agora de investir em um outro curso profissional. Em parte tinha muito medo de gastar em “vão” as poucas economias que tinha, pois já havia investido no curso anterior que não deu certo pra ele.

Também o medo se dava ao devido mísero salário mínimo do seguro desemprego que já era contado para pagar as contas.

Ele estava pagando um lote oriundo na época por incetivo do pai, com isso mais da metade do salário era para pagar o terreno. Além de ter que ajudar os pais a pagar conta de água e luz.

Afinal como posso começar um negócio e manter o foco com pouca grana no início?

Ele não tinha a resposta.

Portanto começou a ler um monte de sites e aprender sobre seo (Search engine optimization), em português otimização para os mecanismos de busca.

Que é basicamente estratégias para otimizar um site no intuito de ter uma maior visibilidade nas ferramentas de pesquisa como o google.

E começou entender que não era nada fácil.

Pois um monte de sites continham artigos dizendo que o google levava em consideração centenas de fatores para ranquear um site em suas páginas.

Iludido a mais uma vez tentar.

Iniciou um blog, criou artigos sem muita qualidade porque focava mais na quantidade, encheu de artigos resenhas de produtos, colocou banners na lateral do blog e saiu divulgando o blog para tudo que é lado.

Postou muito conteúdo em seu blog, nos grupos, perfil, na sua fanpage do facebook… atirando para tudo e para todos ao mesmo tempo.

Infelizmente, Tody ainda não tinha entendido os métodos corretos e estava fazendo tudo errado.

Meses se passaram:

Já cansado, triste e muito decepcionado.

Pois as únicas visitas que conseguiu foi advindas dos seus próprios amigos que ele mesmo tinha convidado no facebook.

E isso se tornou um ciclo vicioso…

Dia após dia á falhar miseravelmente!

Porque no começo não tinha ninguém a navegar no seu blog.

Triste?

Mas realidade de muitos que começa e, é nessa situação que assim como Tody chegam, porque muitas vezes não conseguem unir as peças do quebra cabeça.

E se você for tentar aprender de forma gratuita lá fora, assim como ele, poderá se frustrar.

Ainda no ano de 2014, após tentar trabalhar com blogs sozinho e de frustar com as partes técnicas e, com informações espalhadas, decidiu com muito medo, investir em um treinamento que lhe ensina-se a ganhar dinheiro com sites e blogs.

Após adquirir o novo curso, começou a estudá-lo, após algumas semanas estudando, surgiu um modelo de negócio que na época lhe chamou muita a atenção…

Um modelo de mmn (marketing multinível) com a venda de produtos de informação, a plataforma oferecia todo a estrutura como funil de vendas já prontos e configurados.

Era incluso no pacote um blog, landing page e envio de email já facilitado. Com já algumas partes automatizadas.

Achando o modelo interessante, tirou o foco do curso anterior. E foi para esse sistema, criou o seu blog nessa plataforma de mmn e seguiu em frente.

O Suicídio emocional: Porque isso só acontece comigo?

tentativas

O blog quase não recebia visitas.

Parecia que o mundo iria desabar na sua cabeça.

Eram horas sem fim na frente do computador estudando.

Meses incontáveis, passando noites e madrugadas sem mal dormir direito, na tentativa louca de conseguir a sua primeira venda como afiliado.

Chegava a ser um verdadeiro “suicídio” emocional!

Obcecado a ter resultados, mas fazia tudo da maneira errada.

E a maioria dos aventureiros que começam a tentar criar um negócio online, esquecem que estamos em uma terra (internet) quase sem lei e que deve ter muito cuidado com a reputação.

Ter sempre em mente a autopreservação da sua imagem, que seria não fazer spam, buscar ajudar os contatos adquiridos e divulgar somente os produtos que possam atender as expectativas da sua audiência.

Para que o produto promovido, possa realmente ajudar as pessoas do nicho. Mas como isso nem sequer passava na cabeça de Tody e da maioria que começam

solitario

Teve dias e momentos que um desespero bateu ao seu coração, chegava muitas vezes triste em casa e chateado se perguntava:

  • Porque isso acontece comigo?
  • Mas porque não consigo ter resultados?
  • O que vou fazer da vida meu Deus?
  • Como faço para mudar de vida?
  • Como faço para isso enfim dar certo?

Mil coisas se passava na sua mente, quantas horas, semanas e meses foram gastos pensando no que estava fazendo de errado!

Uma vontade desesperada e sem controle batia no seu peito, na vontade de chorar, os seus olhos enchiam d’água. Pois chegou em uma situação que já não sabia mais o que fazer.

Rindo por fora, mas chorando por dentro (# lavando a alma)

triste

Assim seguiu a rotina de Tody…

Na luta para criar um negócio pela internet, sem ainda saber como encontraria uma solução. Noites em claro, madrugadas com os olhos vermelhos e muita “encheção de saco” dos familiares.

Que não entendiam de forma alguma do que “cargas d’agua” Tody passava tanto tempo na frente do computador.

Amigos já não o via há meses, diversão para ele já tinha se tornado algo raro, porque mal saia de casa.

A rotina era sempre a mesma.

Cansado, frustrado e sem saber o que fazer da vida continuou tentando ter resultados no marketing digital.

O seu corpo já demonstrava está cansado dos maus tratos, afinal não tem bumbum que aguenta e olhos que fiquem “sãos”, a tantas horas na frente de um computador.

Ele sabia que era possível ganhar dinheiro com marketing de afiliado. Pois lia, ouvia e olhava constantemente testemunhos de pessoas mostrando os seus resultados incríveis.

Ele usava isso como motivação.

E isso acontecia o tempo todo em redes sociais, blogs e no youtube.

Ele ainda tinha alguma de que isso funcionava mesmo?

Absolutamente não. Isso Já não existia na sua cabeça.

Contudo o problema era que nada estava dando certo. Um método funcionava para outras pessoas, mas não dava certo pra ele.

O blog que criou dentro do modelo de marketing multinível que havia descoberto, não estava tendo visitas, nenhuma alma vivente dava vida ao blog e, em vários momentos lhe veio a vontade de desistir de tudo… pois passou meses e não conseguia nenhuma venda. Ficou muito chateado.

Começou a pensar que esse negócio de ganhar dinheiro com marketing de afiliados era somente para experts do assunto que já estavam há muito tempo no mercado, pois Já não entendia porque não estava conseguindo.

Ele não entendia qual era os pilares para criar um blog de sucesso.

Meses se passaram.

Sobre a primeira venda realizada e o e-mail do hotmart

Um dia acessando a sua conta do hotmart…

Para a sua surpresa lá estava o valor de R$226,88 (Duzentos e vinte e seis reais e oitenta e oito centavos) de comissão.

Tody havia feito a sua primeira venda como afiliado de produtos digitais.

Foi a venda de um produto, onde a comissão era de R$226,88.  Aquela venda de alguma forma fez ele perceber que era realmente possível ganhar dinheiro através da internet vendendo infoprodutos. Confirmou que dava certo e de alguma forma aumentou a suas esperanças.

Por causa da grande dificuldade inicial (como em todo tipo de empreendimento), muitas pessoas acabam até desistindo do sonho de viver exclusivamente de um negócio na internet, de ter uma audiência que lhes seguem, que compram os seus produtos e assim também viver de renda online.

A grande questão que vai fazer a diferença na vida delas e na sua, caso queira entrar nesse mundo, será mudar e preparar a sua mente. A forma como você ver o mundo (mindset).

Enquanto você continuar a ter uma mentalidade de um empregado… as coisas tendem a não dar certo.

É como diz o Robert Kiyosaki no seu livro Pai Rico Pai pobre:

“A razão primária para as pessoas procurarem a segurança num emprego é por que lhes é ensinado isso em casa e na escola… depois com a carga das dívidas, elas precisam se agarrar ainda mais aos seus empregos, ou a segurança profissional, apenas para pagar suas dívidas”.

Uma pessoa que não desenvolve uma mentalidade empreendedora muitas vezes não consegue seguir adiante.

Sabe porque?

Porque quando as grandes dificuldades surgem no processo de criar um negócio, Uma pessoa mal preparada percebe que aquilo não é tão fácil, que requer muito trabalho e dedicação.

Então como não está acostumadas com tanta responsabilidade e por passar a vida toda tendo um “emprego”, elas já primeira ou talvez até na segunda tentativa já desistem e depois falam que não funciona e que tudo era enganação.

Um fato: As coisas as vezes irão dar errado.

Você precisa estar preparado para as dificuldades que irão surgir na sua jornada.

Ter persistência para continuar firme, porque criar um negócio online é simples mas não é fácil e, é muito desanimadora a caminhada no começo de tudo. Um sacrifício será necessário.

Cada passo, tentativa e erro te fará crescer para se tornar um especialista e autoridade em seu nicho de mercado.

Tody é um jovem que não desiste fácil, com a sua primeira venda realizada, viu que realmente era possível ganhar dinheiro pela internet.

Em um sábado a noite.

Ele estava na casa de alguns amigos que se reuniram, para uma festa de aniversário de um deles na época.Tody falou da possibilidade de ganhar dinheiro pela internet e contou que estava estudando para criar um negócio online.

Mas os amigos simplesmente riram (completamente céticos).

rir

E disseram para ele deixar de bobagem e que esse “treco” de ganhar milhares na internet era só uma ilusão perigosa de pirâmides financeiras e sistemas de pessoas que só queriam roubar o seu dinheiro.

– Olha numa boa cara, toma cuidado porque existem muitos sistemas fraudulentos na internet. – diziam eles não acreditando ser possível

O engraçado é que quando se conta para alguém no dia a dia que é possível ganhar dinheiro pela internet de forma honesta, a primeira coisa que lhes vem a mente é em pirâmides financeiras e de sistemas enganosos.

Tody não ligando muito para o que diziam, continuou acreditando que ainda um dia iria fazer isso dar certo. De uma coisa já havia entendido depois de noites sem dormir direito, não iria ser fácil e rápido, porque dar trabalho.

E não tinha muitas condições para investir em conhecimento e ferramentas, e querendo ou não, isso o desmotivava muito.

O conselho que vale ouro para o iniciante

Não sei se você já conhece o marketing digital. Mas uma coisa que se percebe é que a maioria acabam tendo o problema da overdose da informação.

Guarde esse conselho de quem já passou por isso:

A solução para qualquer pessoa iniciante no marketing digital é focar em uma única estratégia e persistir até ela dar certo. Seguir apenas os empreendedores que possui grandes resultados nessa estratégia que você escolher. E literalmente se descadastrar da lista de todos os outros que não condizem com o método que escolheu.

Porque se não fizer isso, você receberá na sua caixa de entrada centenas de email de “empreendedores” tentando lhe vender todo curso que é lançado no mercado.

Veja bem o que pode acontecer com você se não seguir esse conselho:

Exemplo ilustrativo de uma pessoa que começa a estudar o marketing digital (# João)

escada

  • João compra um curso aprende um método, começa aplicar e assim sobe alguns degraus da escada.
  • O curso é lançado no mercado com uma promessa revolucionária vindo direto da “gurugolândia”, e promete que vai acabar de vez com os seus problemas. É levado pelas emoções causadas pela página de venda e compra. Faz algumas aulas.
  • Agora João desce da escada que já tinha subido alguns degraus e começa outra escada (outro método) o curso K.
  •  Em seguida se encontra João estudando esse suposto curso K, e se esforçando para aplicar o método. Sobe a escada degrau por degrau, as vezes ele tenta pular muitos degraus de uma vez só, e se dá mal. Que é quando tenta aplicar um monte de estratégias ao mesmo tempo e se perde.
  • Mas logo surge outro produto no mercado, o curso X com um marketing muito agressivo e cheio de gatilhos mentais. Prova social, testemunho, expert da área falando positivo, prova de resultados mostrado na página de venda…
  • E dizendo que João finalmente vai conseguir ter uma renda no piloto automático. Faça dia ou faça sol. Mesmo se ele já fez outros cursos e ainda não obteve resultados, porque esse é diferente.
  • E advinha o que João faz? Nem é preciso falar né!
  • Lá vai ele, desce da outra escada (método K ), compra esse curso X e começa do zero tudo de novo.

Ele se deixa levar pela esperança e pelas emoções criadas pelos gatilhos mentais. Fica entusiasmado e ansioso desse finalmente dar certo. Assim se resume a sua vida, investe em vários cursos e não conclui nenhum. Fica estudando todos ao mesmo tempo e não foca em nada.

Resultado?

É que só fica no aprendizado.

João gastou o que tinha e o que não tinha, investindo nesses métodos e ainda assim nada de resultados. Em seguida foi se afundando cada vez mais em dívidas.

Ele acreditava no trabalho duro, mas não conseguia sucesso. E venda? Nenhuma.

Então veja bem:

João nunca vai chegar no topo da escada, porque a cada curso que é lançado, ele abandona o método anterior que tinha iniciado.

Acredito que o problema não é o mercado em si, pois o empreendedorismo digital é incrível, maravilhoso e quem souber trabalhar corretamente pode mudar completamente de vida e ter muito mais liberdade e qualidade de vida.

O problema está na pessoa que entra nesse universo.

Sabe porque?

Porque o erro causador de tudo isso citado acima foi de buscar informações demais.

Esse cíclo é vicioso e nunca vai acabar, enquanto João não dar um basta e parar de buscar um método atrás do outro.

Não adianta ficar pulando de galho em galho, que você não vai chegar a lugar algum, o mínimo que poderá acontecer é você ter as mesmas dificuldades que passei.

Estudo esse mercado de vendas através da internet a um bom tempo já.

Nesse processo de muito estudo, comprar tantos cursos e ter o problema da overdose de informação… percebi que existe uma maneira de você esquecer aquelas baboseiras todas e ir direto ao que realmente importa.

Você pode começar a empreender com um blog profissional. Mas dentro de um propósito bem definido desde o início.

O foco é em seguir 2 passos:

1.Construir uma audiência
2.Vender para essa audiência

Pode-se perceber que houve muita falta de foco do Tody.

Ele não manteve a consistência em nada. Detalhe, não confunda persistência com a palavra consistência.

  1. Persistência: é não desistir e continuar tentando
  2. Consistência: é manter as mesmas ações uma vez iniciadas

Nota-se que ele continuou tentando. Portanto ele foi muito persistente.

Mas a consistência era quase nula, começava um método, mas logo já começava outro.

Em 17/08/2014 ele fez a sua primeira venda, mas tinha tentado tanta coisa, que nem sabia de onde veio essa venda.

Hoje o Tody percebe que em momento algum havia focado em um nicho de mercado para construir uma audiência. Esse é um dos melhores caminhos que acredito assim como Derek Halpernser a forma mais sustentável no longo prazo para quem quer criar realmente um negócio através da internet.

Escolher um assunto (nicho de mercado), começar a criar conteúdo que agregue valor ( ajudar as pessoas), se relacionar, ganhar a confiança (ganhar autoridade) e lançar (fazer uma oferta) de um produto próprio ou de afiliado que possa ajuda-las a solucionar um problema.

Vantagens:

  • 1. Usa estratégias de tráfego orgânico (consegue visitas de forma gratuita).
  • 2. Ao longo do tempo consegue aumentar a audiência (pessoas que seguem e confiam no seu trabalho). Os resultados tendem a crescer por isso.
  • 3. Pode alavancar o seu negócio investindo também em tráfego pago

Agora preciso te revelar uma coisa:

Sabe o Tody que falei tanto na história?

Pois então “Ele sou eu”.

Pois é, seu nome é Adiones Rodrigues e seu apelido era Tody quando mais novo, eu era chamado muito por esse apelido até os meus 15 anos de idade, que é um simples apelido que alguns amigos de infância acabou mim dando devido gostar muito (viciado) de leite com tody na infância. 🙂

Então você até aqui percebeu que a minha jornada não foi um mar de rosas, certo?

E sabe hoje eu, em vez de ficar reclamando da vida, prefiro pensar que foi bom eu ter passado por isso!

Como se diz Steve Jobs, os pontos não podem ser conectados olhando adiante (futuro), mas somente olhando para atrás (passado).

E confiar que de algum jeito os pontos irão se conectar no futuro é uma forma de se manter com a cabeça erguida.

Então quero que saiba agora a parte legal de tudo isso.

Com todo esse sobe e desce de erros, eu finalmente comecei a ter meus primeiros resultado no empreendedorismo digital.


E você pode ver alguns dos meus resultados e também descobrir as 3 principais estratégias que uso para vender toda semana na internet acessando essa página(clique aqui para acessar).