Como Construí Um Blog De Nicho Que Classificou Em #1 Na Primeira Página Do Google E Já Me Fez Ganhar Mais de R$1.000,00 Com A Venda De Produtos Digitais


Estou indo para mostrar alguns detalhes dos bastidores de um blog que comecei em 2015 mas que só começou a dar resultados financeiros em 2016 e crescendo nesse ano de 2017.

Não revelo o domínio por motivos de privacidade pois estou pensando em vendê-lo mais a frente para um amigo que está querendo comprá-lo de mim, por isso não posso revelar o site aqui pra você.

No entanto, mais a frente também mostro um outro estudo de caso com um mini site sobre ar condicionados onde revelo o site pra vocês.

Então continue aqui comigo que você irá gostar desse guia que preparei pra você.

Comecei um blog dentro de um nicho de mercado no passado:

E comecei a usá-lo como estudo de caso publicando os meus aprendizados no processo.

E o seu progresso ao longo do tempo aqui no Blokindo como forma de inspirar outras pessoas a começar também o seus blogs. As atualizações começaram a partir do mês de julho de 2015.

Comecei o blog em julho de 2015.

Fiz todo o processo básico:

Contudo, comecei o blog focado em um nicho com uma concorrência razoável, porém usei uma estratégia avançada em seo desde a concepção até as formas de publicação do conteúdo que tem me ajudado a receber muitas visitas de forma gratuita hoje em dia.

Era uma área que tinha um certo interesse em estudar e portando isso facilitaria um pouco a escrever os artigos.

Nesse caso era uma área que eu tinha um certo interesse em estudar e portando isso facilitaria um pouco a escrever os artigos.

Mesmo que agente seja apaixonado sobre um assunto ainda é chato escrever longos artigos, imagina ter que ficar pesquisando e falando sobre algo que não se tem o menor interesse. Por isso que falo neste artigo de tentar achar um nicho que você tenha pelo menos um pouco de interesse em estudar pois facilita as coisas.

Criei uns 10 artigos de pouco mais de 500 palavras cada um e outros com 300 e poucas palavras. E fui levando na esperança de quem sabe um dia o blog começa-se a receber visitas.

Não sabia de quase nada de seo, demorava publicar e quando animava criava um artigo por mês e assim fui levando.

Até que passou 1 ano e você acredita que o site não estava recebendo visitas?

Você deve estar pensando:

Ué mas é claro que não! Pois nesse ritmo aí de postar quem sabe um artigo por mês como que iria chegar alguém nesse seu site?

Pois é mas após esse tempo resolvi tomar alguma atitude.

Comecei estudar mais a fundo seo (search engine optimization) e acompanhar blogueiros que vivem a construir sites no exterior. Especialmente sites de nicho.

E acompanhando vários estudos de casos notei que usavam muito essa estratégia de cauda longa em conjunto com artigos mais longos.

Então decidi aplicar isso nesse blog encalhado.

Assim no mês de maio de 2016 selecionei as palavras chaves de cauda longa com baixa concorrência seguindo os fatores de análises que falo mais afrente do guia do Blokindo. Vamos chegar lá nas páginas seguintes, siga lendo para você não perder a lógica. 🙂

O blog estava a essa altura com mais ou menos 25 artigos.

Mas nenhum atraía visitas do google ainda.

Então, o que fiz foi pegar os artigos que já estavam no blog e melhorá-los, otimizando para termos de cauda longa onde tinha poucas buscas, mas que tinha uma concorrência muito mais fraca.

Além de mudar o foco das keywords, aumentei o tamanho dos artigos para ver no que dava.

Fiz essa mudança no total de 5 artigos.

  • 1 artigo de 4.824 palavras
  • 1 artigo com 6.463 palavras
  • 1 artigo 7.396 palavras
  • 1 artigo com 14.611 palavras
  • 1 artigo com 4.849 palavras

São artigos bem grandes né?

Confesso que exagerei e muito.

Estava tão louco para ter as primeiras visitas, já que na primeira tentativa não tinha dado em nada, resolvi fazer artigos bem longos para ver no que resultaria dessa vez.

Esses 5 artigos criados após todo as mudanças são os que mais atrai visitas para o blog atualmente. O engraçado é que não é o maior de 14.611 palavras que atrai mais visitas e sim o artigo com 4.824.

Após tentar entender o porque que isso tinha acontecido notei que esse artigo menor estava focado em uma palavra chave de cauda longa com 1.000 buscas mensais.

Mas não era uma palavra chave qualquer e sim um termo que quase nenhum site estava alvejando nos títulos dos artigos o que facilitou o blog chegar nas primeiras posições.

Isso quer dizer que entre os top 10 no ranking da primeira página do google não tinha quase nenhuma página otimizada para a palavra chave exata alvejada.

Só tinha um site usando a palavra chave de cauda longa no artigo.

Isso confirma o que falei em um artigo mais a frente sobre a relevância do seu artigo para uma palavra chave. Mesmo em mercados mais difíceis se você fazer uma boa pesquisa de palavras chaves você pode ser capaz de achar pepitas de ouro para aumentar as visitas do seu blog.

O blog começou a receber visitas no mês de agosto, mais precisamente no dia 14 de agosto de 2016 ele recebeu 75 visitas.

O mês de agosto fechou com 6.207 visualizações de páginas.

E depois desse mês as visitas só foi aumentando.

Vamos a um resumo do crescimento de visitas no blog e depois falo o que foi feito para ter esses resultados.

Do dia 14 de agosto até o dia 01 janeiro de 2017 o blog recebeu 41.800 visitas. O blog fechou com 841 visitas no dia 03/01/17.

No gráfico mostra que no começo do mês de janeiro parece que houve uma queda repentina.

Sim houve uma queda no gráfico.

Mas isso aconteceu devido eu ter mudado a minha conta do google analytics e fiz alteração de tema wordpress, com essas duas mudanças tive que colocar outro código de acompanhamento no cabeçalho do blog.

Continuei acompanhar o blog nessa nova conta.

Para um blog que estava com o analytics zerado não foi tão ruim.

O que notei que deu certo foi achar keywords cauda longa com baixa concorrência e escrever artigos com variações e relacionadas ao termo.

Agora vamos entender desde o início tudo que foi feito ao longo do tempo:

Hoje temos várias formas para se monetizar um blog.

A que mais vejo falar por aí é o google adsense. Esse modelo é interessante, porém para um blog como esse que criei acima que está ainda recebendo em torno de 700 visitas diárias acredito que não vale muito apena.

Desde o começo quando estava estudando a ideia de começar esse blog o meu foco era outro.

Estava querendo vender algum produto digital que soluciona-se o problema das pessoas que chegasse no blog.

Então acessei a plataforma hotmart , procurei um produto de qualidade e com uma solução específica para o público do blog.

Escolhi o produto e me afiliei no dia 17/08/2016.

Depois de encontrar o produto a primeira coisa que comecei a fazer foi estruturar o blog desde a escolha do tema até na escolha do autoresponder.

Sim, mudei a cara do blog colocando um tema profissional.

Mas mais que isso, escolhi um tema que facilitava a integração de formulário em vários locais estratégicos do blog para que assim eu conseguisse construir uma lista de emails de um público qualificado que se interessaria na solução do produto que escolhi.

Mas qual tema foi esse?

O blog no início estava com um tema gratuito.

Então depois que começou a chegar visitas decidi mudar para um pago para ter mais recursos onde pudesse aumentar o enganamento e a conversão de leads.

Andei navegando em diversos sites atrás de dicas para temas wordpress com um design diferenciado para esse nicho que estou trabalhando.

Até que descobri 3 temas pagos que são um pouco parecidos.

Onde possui alguns recursos adicionais bem interessantes, como recursos para aviso, integração de formulário no topo do blog, na lateral e no final dos artigos.

O que facilita muito. Pois ao invés de gastar muito tempo tentando entender html e fazer tudo manual eu poderia usar as ferramentas desses próprios temas.

São todos brasileiros:

  • Tema épico
  • Tema conversion wp
  • Tema centive

Entre esses temas optei por colocar o épico nesse estudo de caso.

Mas ao passar de alguns dias fazendo testes não gostei muito do resultado, isso porque o tema épico não foi feito para colocar, ou pelo menos, não ficou atraente como eu gostaria para aquele nicho de mercado.

Ao colocar uma recompensa (chamada para ação + ebook) no topo, o brinde ficava bem pequeno e acabava não recebendo destaque no site. O que me desmotivou a continuar usando.

Não gostando disso comprei o tema conversion wp para testar.

Instalei e fiz todas as configurações necessárias, e não é que o blog ficou legal! A parte que mais precisava era do topo e o tema atendeu bem as minhas expectativas nesse quesito.

Não basta colocar um recurso como brinde para construir lista de emails, o local precisa ter um visual elegante e atrativo para aumentar as conversões (número de cadastros).

Nesse processo de integrar formulários tive que contratar uma ferramenta de email marketing para automatizar o envio de emails com conteúdo e que facilitasse assim o relacionamento com os leads.

Qual ferramenta de email marketing você escolheu?

Nesse início optei pelo mailchimp.

Estava querendo primeiro testar se as pessoas desse nicho se cadastrariam em um formulário e já que essa empresa oferece até 2.000 contatos de forma gratuíta instalei no site.

O mailchimp oferece gratuitamente o uso do seus recursos até 2.000 lead, porém o recurso mais importante de autoresponder, os disparos de emails automáticos onde se pode programar dia, mês e até anos só fica disponível na versão paga.

Assim escolhi um brinde bem atraente para aquele público e logo em seguida, após o cadastro era direcionado para uma página onde orientava o visitante a confirmar a sua inscrição.

Portanto como era dupla confirmação, o mailchimp enviava um email de imediato pedindo para a pessoa confirmar. Depois da confirmação a pessoa já era redirecionada para a página de venda do produto que havia escolhido.

Esse detalhe eu configurei na ferramenta para que isso de fato acontecesse.

E como só estava com a versão gratuita o visitante só conseguia ver esse vídeo de venda.

Vendo que estava tendo um aumento no número de cadastro, resolvi migrar para a versão premium do mailchimp o que resultou na liberação do recurso que mais precisava, a automação de emails.

Assim que assinei fui no funil e programei uma sequência de emails aproveitando o conteúdo que o produtor disponibilizou para os afiliados e configurei o básico para que tudo funciona-se de acordo com o esperado.

 Após o visitante confirmar a inscrição, ser redirecionado para o vídeo de vendas, agora ele já recebia também um email da sequência já programado pelo autoresponder.

Portanto eu garantia que a pessoa tivesse acesso a oferta e ao longo do tempo uma sequencia de emails com conteúdo de valor que ajuda-se de alguma forma para criar relacionamento.

Com o funil já com a sequência funcionando e chegando visitas no blog…

No dia 26/08/2016 recebi um email do hotmart anunciando a primeira venda do site.

Então semanas se passou e o blog continuou a receber mais visitas. A média de leads gerados estava entre 5 a 7 por dia no mailchimp.

Acompanhando o mercado…

Percebi que foi lançado uma nova ferramenta de autoresponder no mercado mas dessa vez ela era brasileira. Sim, estou falando da leadlovers que pela descrição percebi alguns recursos muito interessantes.

Eu usava vários ferramentas separadas.

  • Quando precisava de uma ferramenta de página de captura eu tinha que correr atrás de uma.
  • Quando precisava de autoresponder eu tinha que contratar uma empresa.
  • Quando precisava de um template no modelo da formula de lançamento eu tinha que assinar alguma ferramenta do tipo gpages ou klickpages.

Você já viu aquelas capas de filmes onde acontecia de ir 3 ou mais filmes em apenas um cd?

A ferramenta foi lançada com a proposta de entregar tudo em 1.

  • Função de autoresponder para envio de email de automação;
  • Criador de páginas da web;
  • Templates prontos para páginas de captura simples;
  • Templates para lançamentos de produtos em texto e em vídeo;
  • Templates para sequência da formula de lançamento;
  • Envio de notificação via facebook;
  • Armazenamento de todos os recursos dentro da próprio plataforma;
  • Função para criar área de membros;
  • Entre outras funções.

Com tantas pessoas falando bem da empresa…

Resolvi assinar por pelo menos os 2 primeiros meses aproveitando o desconto para testar e ver o que a ferramenta era capaz de fazer.

Após a assinatura tive algumas surpresas.

O funcionamento da leadlovers era diferente das outras empresas de autoresponder, o painel, as configurações e a forma como tudo funcionava.

Tudo isso de uma forma positiva.

Quando fui fazer as primeiras configurações um recurso que adorei foi a facilidade de criar um funil de vendas, pois além de poder criar um do zero, é possível já pegar um funil pronto de algum produto na plataforma, outro ponto notável foi estar a um clique de distância do recurso de páginas de captura com todos os tipos de templates necessários para trabalhar.

Na etapa de configuração já escolhi a opção de confirmação simples ou seja não seria necessário o visitante confirmar o cadastro.

Queria testar essa funcionalidade para ver se teria um aumento na geração de leads e por consequência talvez na conversão.

Peguei o conteúdo do mesmo produto.

Portanto desde a recompensa que usei até a chamada para ação e a sequência de emails foram baseados nesse produto.

O caminho do funil se resume no seguinte:

Ofereci como recompensa uma chamada para ação usando o próprio título da página de venda. Nesse caso usei o próprio vídeo de venda como recompensa após o cadastro.

Assim que o lead cadastrava, ele era direcionado a um vídeo de venda e em seguida a leadlovers disparava o primeiro email da sequência programada.

No email 1 eu mandava uma notificação perguntando se a pessoa já havia visto o conteúdo do vídeo, pois assim garantia que todos tivesse visto a primeira oferta do funil.

E nos emails seguintes eu enviava muito conteúdo de valor e de vez enquando direcionava para alguns artigos do blog.

Deixei por alguns meses e foi dando certo. Com recursos novos e ferramenta nova.

A lista foi crescendo em um ritmo constante e a minha preocupação com o autoresponder que estava usando também.

Mesmo com todos os benefícios citados acima eu ainda estava um pouco receoso com o preço mensal da ferramenta.

Os 2 primeiros meses por R$77,00 e R$150 reais nos meses seguintes

E além disso a maioria das empresas de autoresponder cobram uma mensalidade de acordo com a quantidade de leads geradas.

Portanto a medida que uma lista cresce o preço também vai aumentando.

Mas mesmo com a lista crescendo me mantive usando a mesma empresa, pois mesmo que ficasse mais caro depois, o blog já havia dado um bom sinal de potencial financeiro, pois a primeira venda já havia sido realizada.

Ao passar dos meses achei que havia alguma coisa errada, porque a lista de emails estava crescendo em um ritmo acelerado, mas a conversão não estava acontecendo.

Então tomei a atitude para fazer algumas mudanças no funil.

Procurei um outro produto no hotmart que resolvesse uma outra “dor” específica do meu público alvo. Assim me afiliei, coloquei no meio do funil alguns emails de conteúdo, direcionando indiretamente o visitante da lista de emails para a página de venda.

Passou-se quase 4 meses com o blog recebendo visitas e pessoas se cadastrando.

Até que no dia 08/12/16 recebo o email do hotmart notificando a segunda venda do blog.

Receber um email do hotmart ou de um outro programa de afiliado notificando que realizamos venda é muito gratificante e bastante motivador.

Isso nos mostra de alguma forma que mesmo com muitas tentativas e erros, que estamos indo para o caminho certo, pelo menos é o que eu acho.

Essa venda foi um valor um pouco abaixo da primeira e advinha?

Sim, a venda foi proveniente do outro produto que coloquei no funil de vendas afim de testar. Por achar que o primeiro produto não estava convertendo legal.

Nesse ponto notei um detalhe muito importante.

É simples, mas que pode fazer toda a diferença nos seus resultados com blogs ao longo do tempo.

Quando você for criar uma lista de emails comece com uma oferta (produto) e ao longo do funil coloque outros produtos para testar a conversão, porque geralmente uma solução específica acaba não sendo de interesse para todos, daí a necessidade de diversificar e oferecer outras soluções dentro do nicho.

No mês de dezembro houve um aumento no tráfego do site.

A média de novembro foi de 250 a no máximo 350 visitas diárias.

No mês de dezembro a média foi de 500 visitas diárias com alguns picos de poucos mais de 700 visitas.

Mas mesmo com o aumento do tráfego o número de cadastros ainda não estava me deixando satisfeito.

Estava com uma média de 5 a no máximo 10 leads gerados por dia.

Então resolvi mudar a recompensa que estava oferecendo nos formulários o que resultou em um aumento de cadastros quase que imediatamente.

Saltou para uma média de 10 a 20 leads por dia.

Agora vamos ver se isso vai afetar nas conversões futuras já que a recompensa que se oferece para a geração de leads tem o poder de definir o público. Pensei nessa mudança!

Após essa alteração, depois de 5 dias da venda anterior, a terceira venda foi realizada.

Exatamente no dia 14/12/16 com uma comissão de R$126 reais.

Um ponto interessante de falar:

Se você tiver um blog sobre emagrecimento que é amplo.

É um bom exemplo para oferecer como recompensa afim de gerar lista um vídeo com os melhores exercícios para emagrecer em casa.

Ou talvez você poderia criar um mini ebook para falar sobre um desses temas dentro do seu mercado de atuação:

  1. As 5 melhores dietas para o verão
  2. Guia prático de como fazer a dieta dukan
  3. Os 15 melhores exercícios para emagrecer em casa
  4. O 10 melhores exercícios para emagrecer o abdômen
  5. A melhor alimentação para diabéticos

Mas veja que cada ebook teria como foco um público diferente. E é aí que quero dizer com o termo “a recompensa defini o público“.

Porque dependendo do que você oferecer é natural somente pessoas interessadas no conteúdo se cadastrar e isso acaba ajudando a estreitar o seu funil para uma oferta mais específica.

Resultado?

É que você consegue ter um público mais segmentado.

Assim você consegue saber melhor quem é o público alvo que está entrando para sua lista de emails e logo em seguida você será capaz de definir uma solução mais completa e específica para aquele determinado público.

Resultado?

É que isso pode afetar diretamente as suas conversões.

Então digamos que você escolhe a opção 5.

Esse público se interessaria em um guia completo sobre alimentação adequada para diabéticos, você poderia oferecer um ebook com uma lista e ao passar do tempo uma sequência de emails com muito conteúdo informativo e de apoio para ajudar.

E em um momento oportuno apresentar um produto de um especialista da área que de fato entregue um recurso completo para essas pessoas.

Assim você ajuda essas pessoas e ainda ganha uma comissão pela indicação de um produto de qualidade.


Um imprevisto aconteceu com conteúdo terceirizado

Acompanhando o desempenho do blog:

Resolvi colocar mais algumas peças de conteúdo nele para aumentar o tráfego. Porém tive uma experiência não muito agradável que gostaria de relatar aqui, afim de deixar você em alerta.

Com o blog começando a pegar embalo como mostrei acima, resolvi terceirizar um pacote de artigos com freelancer, afim de acelerar um pouco o crescimento.

Nisso lancei mão ao wordpad, anotei exatamente as características do tipo de conteúdo e tamanho que estava precisando. Em seguida publiquei na plataforma de freelancers, 99freela e no workana.

Naturalmente surgiram dezenas de ofertas de pessoas interessadas no projeto principalmente no 99freela que choveu de propostas.

Assim comecei a ler o portifólio de cada profissional.

Após alguns dias a procura, aparece uma freelancer que me chama atenção no 99freela, com boas qualificações e o preço oferecido para a execução foi bem justo.

Então aceitei e mandei a pauta para o redator.

Em seguida fiz o pagamento na plataforma para o profissional dar início aos artigos.

Nesse meio tempo que fiquei em aguardo do artigo teste que mandei para esse redator, já publiquei outra pauta com as especificações, mas dessa vez na plataforma workana para ver se conseguia outros freelancers.

É preciso diversificar para aumentar as chances de encontrar um bom profissional.

Não aposte todas as suas fichas em apenas um freelancer pois ele pode deixar você na mão.

E foi exatamente isso que aconteceu.

Fiquei na expectativa de receber o artigo teste da redatora para dar início a um pacote maior.

Dias se passam.

Mando mensagem para saber se está tudo bem e nada do freela me responder.

Após mais alguns dias ela responde dizendo que teve que passar por uma cirurgia e não deu para executar o projeto. E pediu para cancelar.

Cancelei mais que depressa e solicitei o reembolso no 99freela, no fim deu tudo certo e recebi o meu dinheiro que já tinha dado para a plataforma para o início do trabalho.

Então toquei o barco pra frente e continuei selecionando a dedo outro profissional.

Até que surge um sujeito que faz uma oferta no workana muito boa, com preço bem abaixo do mercado. Foi tão atraente que resolvi fazer um artigo teste com ele.

Só tinha um problema.

Ele pediu para negociarmos fora da plataforma dizendo que conseguia fazer mais barato fora, pois evitaria as taxas.

O pagamento seria por depósito bancário. Eu deposito, mando a pauta por email e o redator faz o artigo.

Assim, mesmo estando um pouco receoso aceitei.

Pensei comigo, ele cobrou R$30 reais para um artigo de 10.000 palavras, se tomar prejuízo vai ser só R$30 conto.

Após 4 dias corrido recebi o artigo com pouco mais de 10.000 palavras e com uma excelente qualidade. Usei várias ferramentas para detectar algum plágio, mas em todas deu quase 100% original.

Fiquei tão satisfeito que resolvi pedir mais 5 artigos para testar. Nisso ele fez os 5 e me entregou com quase a mesma qualidade do teste e original. Gostei tanto que pedi mais 10 artigos.

Depositei $300,00 e após 10 dias ele me entregou os 10 artigos. Mas dessa vez não foi o que esperava, os artigos estavam com uma ótima qualidade.

Mas tinha um grande problema:

Todos eles estavam com 80 a 95% de plágio.

Sim.

O freelancer teve a cara de pau de copiar todo o conteúdo de diversos blogs e colar nos artigos. Usei ferramentas mais completas e encontrei todos os sites que o redator havia copiado.

Então fica a dica, tome cuidado quando for terceirizar conteúdo, pois nunca se sabe as intenções do profissional de alguma plataforma.

A grande lição foi que nunca mais faço alguma negociação com freelancers fora das plataformas, porque mesmo pagando um pouco mais caro devido as taxas, agente tem a segurança de reembolso.

Mas abro um parentese aqui:

Com apenas uma excessão farei a negociação, se for para negociar fora das plataforma, agora só farei se o freelancer entregar o artigo primeiro para somente depois eu depositar o valor negociado. Pois assim terei a segurança de receber um bom trabalho.

Para você entender:

Eu atualmente faço assim, mando toda a pauta com todos os assuntos dos artigos que preciso, o redator faz o trabalho, me envia por email e eu faço a transferência bancária para ele.

Fechei com o pagamento a cada 10 artigos entregues.

Quando o freelancer me envia os 10 artigos, eu confiro se tem plágio ou não, dou o veredito com integridade sempre e faço o pagamento.

E é dessa forma que consegui fechar uma parceria com um excelente profissional que está fazendo alguns trabalhos para mim. E até o momento tem dado certo.

Mas é importante lembrar aqui que nem sempre, eu diria que a maioria, não aceita trabalhar dessa forma que estou falando.

O que geralmente percebo é que quando o sujeito vira pra você e fala:

Faço por tal valor y… mas geralmente eu consigo nesse preço somente se fecharmos por fora, pois assim evitamos as taxas da plataforma x.

Em seguida quando se pergunta as formas de pagamento que trabalha, fala que é por depósito ou boleto, só que a maioria diz que o pagamento precisa ser realizado primeiro, para depois ele te entregar o projeto, nesse caso você depende da honestidade do profissional e foi confiando que eu me “lasquei literalmente” por isso estou te alertando aqui para tomar cuidado tabom!

Caso você não consiga fechar como eu estou fazendo, fecha pela intermediação da plataforma mesmo, para ter a segurança e garantia de satisfação ok.

Se a pessoa fazer plágio você pode não aceitar e em casos mais extremos pedir até a devolução do dinheiro, já que o dinheiro fica guardado na plataforma e só é entregue ao redator mediante a entrega do projeto e aprovamento do contratante.

Atualização do site – Estudo de Caso

O mês de janeiro começou bem para o blog:

No dia 12/01/2017 saiu a quarta venda.

Essa foi de um outro produto que havia colocado no funil.

As visitas continuam aumentando, acredito que seja devido os textos serem muito longos e agora estão puxando visitas com caudas longas.

Um fato interessante é que dentre aqueles texto longos que falei lá encima, a maioria deles nem se quer chegou na primeira página do google para a palavra chave principal alvejada.

E sim, as visitas estão vindo de palavras chaves indiretas, sinônimos e relacionados que está dentro do texto.

Nesses artigos que fiz aquela otimização está:

  • Com diversas frases do yahoo resposta com perguntas usando as mesmas palavras que o público costuma usar.
  • Contém subtítulos com keywords relacionadas ao tema central
  • E está com partes no formato de lista

Por falar em lista notei um coisa interessante no blog.

Acho que vale apena falar aqui:

Desde aquele salto nas visitas em dezembro fiquei tentando entender os motivos, além de não ter quase ninguém usando a palavras chave de cauda longa.

Isso porque queria replicar isso nos próximos artigos.

E o que observei é que o google está colocando algumas das minhas páginas no formato de lista no topo agora.

Sim, mesmo que a página esteja abaixo do top 10 do ranking o que tenho percebido é que de vez enquando para algumas palavras chaves, parece que o google joga para a primeira posição.

Olha isso:

Observe nesse exemplo que procurei informação sobre como criar codorna.

Olhando para os primeiros resultados nota-se claramente que a página do wikihow está na primeira posição, nada de mais até aqui certo? Sim, mas descendo você pode notar na quarta posição a mesma página.

Isso confirma o que falei acima, é isso que está acontecendo com alguns dos meus gigantes artigos.

Mas acredito que não trata-se de conteúdo longo, e sim de uma das novas atualizações do google onde agora ele parece jogar uma página que julgar ser mais relevante para o topo no formato de listas ou passo a passo.

E o que tem de mais?

Isso mostra que fazendo conteúdos e colocando listas ao longo do texto aumenta as chances de aparecer no top 1.

Estarei fazendo mais artigos nesse tipo para ver o que acontece ao longo do tempo e falo mais sobre essa atualização que tem ajudado o meu blog aumentar o número de visitas.

Estou com plano de acrescentar mais artigos no blog, pois até o momento que escrevo essa parte 08/02/17 as 10:29 da manhã horário de Brasília…

Não postei nada ainda, apenas mudei de serviço de emails (autoresponder).

Não acredito Adiones que você fez isso mesmo! Trocou de novo de autoresponder?

Sim. Os motivos são aquele que falei acima. Preço e aumento da mensalidade a medida que a lista cresce. Esse não é um problema quando você um bom resultado com a lista de emails. Só fiz a troca agora afim de testar essa empresa e pelo custo benefício.

Estou atualmente testando e após ter resultados mais palpáveis eu revelo ela no blog e talvez até faço um guia mais completo sobre essa empresa.

O blog mostra um crescimento mesmo sem até o momento publicar artigo nele.

O tráfego de 04 de janeiro de 2017 até 1 de fevereiro de 2017 desconsiderando o 3 dias que não contabilizou nessa conta do analytics. A contagem nessa nova conta do analytics começou do dia 04 de janeiro devido á mudança mencionada lá encima.

O blog está com uma média de 620 a 780 visitas diárias com um fechamento de 18.769 visitas no mês de janeiro.


Gráfico com todos os dados e meus pensamentos para o crescimento do blog em 2017

Muita coisa aconteceu até conseguir meus primeiros visitante nesse site.

E é com alegria que compartilho esses gráficos com o progresso dele.

O ponto interessante colhendo os dados do tráfego que percebi, é que as estatísticas do wodpress não são tão precisas como o google analytics ou vice versa. Não sei dizer qual deles é o mais certeiro mais pude notar um pouco de diferença.

Mas como consegui os gráficos nesse estilo abaixo apenas através do wordpress do blog em estudo…

Decidi então colocá-los aqui, apenas para efeito de comparação a fim de termos uma noção do crescimento a cada mês com uma visão um pouco diferente.

O mês de agosto foi onde o blog começou o seu embalo e foi o mês que mais me motivou a continuar esse projeto para torná-lo grande.

Em setembro demonstra um crescimento.

Em outubro também houve aumento no número de visitas já deixando o mês de setembro comendo “poeira”.

Já em novembro, os número de visitas quase empata com o mês de outubro, perdendo apenas nos 45 minutos do segundo tempo.

O mês de janeiro até o momento tem sido o mês campeão, foi o que mais recebeu visitas, deixando para trás todos os meses anteriores. Estou motivado para ver o aumento constante agora, se tudo correr como o planejado para esse blog.

Nunca fui um cara de ter metas.

Isso mudou a partir do momento que comecei a “devorar” os vídeos de Marcos Trombeta e acompanhar o seu belíssimo trabalho em ajudar as pessoas a terem sucesso.

Com ele fui apresentado a diversos livros que inclusive já falei na página passada aqui do guia e que fez e ainda está fazendo uma grande diferença na minha vida.

Marcos me ensinou que é importante ter metas.

Pois sem metas ficamos sem rumo e fica quase impossível atingir o sucesso.  Aconselho você até baixar o áudio do Marcos Trombeta de menos de 1 hora de duração que fala mais sobre isso.

Com essa reflexão rápida vamos para as metas que tenho para esse mês:

  1. Postar 30 artigos ou + que entregue muito valor no blog
  2. Melhorar o meu funil de vendas colocando mais conteúdo e testar outros produtos

Agora para crescer o blog é simples?

Acredito que só preciso me concentrar na publicação de mais conteúdo alvejando principalmente palavras chaves de cauda longa de baixa concorrência para que assim o site possa crescer mais rápido.

Em breve estarei trazendo mais novidade por aqui.

Atualização do site – Estudo de caso

Trazendo mais detalhes do que está acontecendo com o meu primeiro blog que consegui fazer dar certo na vida, após tanta luta ( Tody ). 🙂

Andei olhando as métricas do analytics.

E percebi uma coisa preocupante:

O mobile está com 77,72%, enquanto que por computadores apenas 20,88%, ganhando apenas dos dispositivos do tipo tablet com 1,40% dos usuários.

A maior parte das visitas que está chegando são provenientes de dispositivos móveis como iphone, smartphone e tablet. Mas parece que a maior parte dos visitantes usam iphone que lidera o ranking com 11,18%.

E o que isso quer dizer?

Deixa-me a pensar se isso pesa na conversão geral do site ao longo do tempo, tanto em crescimento da lista como em vendas, já que a maioria das pessoas ainda tem o hábito de finalizar uma compra online apenas pelo computador.

Isso me faz a lembrar da importância mais do que nunca de agora instalar um tema wordpress profissional que se adapte perfeitamente com dispositivo móvel.

E caso não se adaptar, a chances de atrapalhar o crescimento do seu blog é muito grande evidentemente.

Sempre tive aquela vontade de acessar o analytics em tempo real e ver um número que pelo menos fosse acima de 0.

Já que como fracassava e não conseguia crescer um blog nunca conseguia ver além de um grande zero.

O legal é que agora isso aconteceu.

Acessando essa parte do analytics consigo ver em tempo real as métricas se confirmando acima. De 6 pessoas ao vivo no blog 67% está usando algum tipo de celular para navegar.

Daqui para frente estarei estudando estratégias para aumentar engajamento do blog em dispositivos móveis.

Já que o blog está indo para esse caminho.

Aliás a tendência de 2017 para os próximos anos é que realmente o mobile se torne um computador em tempo integral para as pessoas onde farão de tudo, se já não faz né?

Pois a casa minuto milhares de novos aplicativos surgem no playstore, cada um com uma nova solução inovadora.

Sempre me surpreendo com aplicativos e do que são capazes de fazer em celulares de hoje em dia.

A grande lição aqui é que se você está pensando em criar um blog do zero um dos recursos que não pode esquecer é se o tema é responsivo ou não para as pequenas telas (tablets, smartphones e iphones).


Atualização do blog – 22/08/17

Gente, estou feliz com o progresso do blog.

O blog dobrou o volume de tráfego desde a última atualização que havia feito aqui com vocês… que ainda não tinha conseguido as 1.000 visitas por dia.

 Pois a média estava entre 600 a 780 ainda por dia.

Agora em agosto de 2017 o projeto mais que dobrou o seu volume de tráfego e o mais legal é que é tudo no orgânico vindo do google.

Vendo que o site está começando a ter uma quantidade de visitas legal decidi então já testar uma outra forma de monetizar o tráfego do blog além da venda de produtos digitais.

Assim, acessei a minha conta do google adsense e adicionei esse blog.

Depois peguei os códigos de cada formato de anúncio e coloquei em pontos estratégicos do site que atualmente está com uma média de 1.800 a 2.020 visitas por dia.


Depois de 22 dias acompanhando o desempenho dos anúncios de adsense…

Percebi que com essa quantidade de visitas o blog está atualmente me gerando uma média de $2,25 por dia.

O equivalente a R$7,11 reais por dia.

Nada mal, pois com esse valor já consigo pagar a hospedagem do site + a ferramenta de autoresponder que estou usando.


  • Hospedagem do blog: R$23,00 por mês
  • Autoresponder: $17,95 dólares por mês

Então veja bem:

Somente com os rendimentos que estou tendo com o google adsense já é o suficiente para bancar os custos fixos que tenho com esse projeto.

No caso da hospedagem como estou ganhando em dólares, com a atual cotação do dólar, com $7 dólares eu consigo pagar a hospedagem em reais e com mais $17,95 dólares consigo pagar a minha ferramenta de autoresponder.

Olha só os rendimentos durantes esse tempo que adicionei o adsense:



Perceba que mesmo pagando o meu autoresponder e a hospedagem do site ainda sobra dinheiro 🙂 .

No print acima mostra que tenho o saldo de $31,65 dólares… e se você observar ao lado esquerdo tem mais um valor de $49,86 dólares.

O google só soma o mês atual com o passado no final de cada mês. Portanto o valor de R$49,86 equivale apenas aos 22 dias do mês de agosto. Pois no momento que faço essa atualização é 22/08/17.

Portando no dia 01/08/17 já será passado o montante que juntar durante todo o mês de agosto para junto aos 31,65 dos meses passados. 

O valor certo que recebi até o momento somente com esse blog desse estudo de caso foi de R$49,86 dólares.

Assim se dividir esse valor por 22 dias com os banners no site… obtive uma média de $2,25 dólares por dia. 

Estou com a meta de bater os $4,00 dólares por dia somente com esse blog.

Uma coisa que aprendi com Anderson Chipak:

Muitas vezes temos aquela ilusão que precisamos de um salário de mais de R$5.000,00 reais por mês para pagar nossas contas e ter um estilo de vida legal e confortável.

Mas, esquecemos que só de você ser capaz de já pagar as suas contas com os rendimentos online já é algo fantástico e incrível, pois do que vier além do valor que paga as suas contas fixas será lucro pra você.

Então veja bem:

Estive fazendo umas continhas básicas aqui em casa para ver quanto que eu estava gastando somente pagando contas fixas (aquelas que agente tem que pagar todo santo mês) como por exemplo conta de água, luz e internet.

No meu caso eu ainda moro com os meus pais 🙂

Hoje tenho 22 anos. E sim, eu sei que já está na hora de sair das asas da mamãe. hehee 🙂

Mas enfim, fazendo as contas aqui percebi que tenho os seguintes gastos fixos mensais com contas:

1-Luz e água que ajudo os meus pais

  • Luz: R$110,00
  • Água: R$50,00

Total mensal das duas contas: R$160,00


2- Internet que uso para trabalhar

Mensal: R$73,50


3. Hospedagem de sites

Mensal: R$23,00


4. Ferramenta de email marketing

Mensal em dólar: $17,95

Em reais é equivalente a: R$60,00


Decidi não colocar gastos como comida, roupas e passeios que já são um pouco mais variáveis e depende muito de cada pessoa.

Vou passar só o básico aqui para você ter uma ideia de como que funciona essa técnica ok.

Dito isso vamos somar essas contas:

165+73,50+23+60= R$321,50

Pronto agora já sei quanto pago de contas fixas mensais.

Agora o próximo passo é pegar esse valor fixo e dividir por 30 para acharmos o valor que precisaria ganhar por dia para pelo menos pagar as minhas contas todo mês.

R$321,5 / 30 = R$10,71

E pronto.

Agora sei que preciso ganhar R$10,71 por dia para conseguir pagar as contas fixas aqui de casa. Então devido a isso, estou com uma meta para esse estudo de caso (blog) para fazer com que ele pague as minhas contas (contando apenas com os rendimentos de adsense).

Tenho outras fontes de renda no blog atualmente como a venda de produtos digitais, mas para tornar esse jogo mais desafiador quero pagar essas contas apenas com o adsense e já estou quase conseguindo bater essa meta inicial.

Pois até o momento o blog está em sua média de $2,25 dólares por dia.

O dólar no momento que escrevo esse artigo convertendo para o real brasileiro está dando em torno de R$ 3,15 (três reais e quinze centavos).

Então para chegar aos R$10,71 preciso bater o rendimento de pelo menos $3,50 dólares por dia que assim dá em torno de R$11,00 reais.

Isso que lhe passei é algo muito pessoal e depende de cada pessoa, pois os gastos que tenho não serão os mesmos que você tem mensalmente, entendi? 

Você pode ter menos contas que eu, como também pode ter muito mais. Então cada um tem que analisar e fazer o teste por si mesmo. 

Então para você ter uma noção também peque um papel e comece a refletir e a anotar as contas que você é obrigado a pagar todo mês. São contas recorrentes como os meus exemplos acima.

Faça isso e descubra quanto que precisaria de ganhar por dia com marketing digital que já pagaria pelo menos as suas contas.

Mas, eu sei que esses rendimentos é apenas a ponta do iceberg.

Pois dá e, é possível ganhar muito mais trabalhando com um negócio online.

Mas evidentemente, que é preciso ser um fazedor, ou seja, uma pessoa que age, que não tem preguiça de trabalhar para crescer o seu empreendimento na internet.

Bora pra cima pessoal.

Em breve trago mais novidades (atualização) desse projeto aqui na página.


 Reflexão:

É preciso persistir e acreditar nos seus sonhos.

Mesmo que em muitos momentos, a jornada parece não valer apena e quando as pessoas ao seu redor não te apoia, não acredita em você e não dão a mínima para aquilo que você tanto deseja.

É quando você respira fundo e tira forças onde não pode para continuar lutando e correndo atrás daquilo que já havia determinado. Fé é tudo. Não desista de procurar aquilo que você ama fazer, seja ininterrupto, trabalhe duro, que tenho certeza que conseguirá.


Para Continuar o guia do Blokindo clique aqui ou no Botão Abaixo e Descubra Como que Estou Fazendo Atualmente Para Conseguir Atrair Potenciais Clientes Diretamente Do Maior Motor De Busca De Informações Na Internet No Mundo…



 

Leave a Reply

Deixe uma resposta